Jornalista crava situação definida de Vojvoda no Fortaleza e informação chega aos bastidores do Vasco

Técnico argentino comandou arrancada do Fortaleza, do Z-4 à briga por vaga na Libertadores

Uma das primeiras iniciativas do Vasco após a conquista do acesso à elite nacional, foi definir a saída do técnico Jorginho. O treinador foi informado da decisão pelo diretor de futebol, Paulo Bracks, na última quinta-feira (9). Desde então, o nome de Juan Pablo Vojvoda surgiu como favorito para assumir o cargo.Vojvoda tem seu trabalho em evidência, após duas temporadas se destacando à frente do Leão do Pici.

Com ele no comando, o Tricolor de Aço garantiu em 2021 a sua primeira classificação para a Copa Libertadores. Mais que isso, logo na estreia pela maior competição de futebol da América do Sul, o argentino levou o Clube às oitavas de final. A atual temporada foi de recuperação e uma arrncada histórica no Brasileirão. Depois de sofrer com o destagaste nas competições de mata-mata e amargar o primeiro turno inteiro na zona de rebaixamento, o Fortaleza deu a volta por cima e chega à última rodada da Série A lutando por uma vaga na Libertadores.

Não por acaso, foi homenageado recentemente no Castelão. Juan Pablo Vojvoda tem chamado atenção com seu longevo trabalho tanto pelas marcas positivas, como pela performance que consegue extrair da sua equipe. A trajetória tem despertado o interesse não somente do Vasco, mas também de outros grandes clubes brasileiros, como o Corinthians. O treinador tem contrato com o Fortaleza até o fim da atual temporada e uma novidade surgiu como uma bomba no fim da noite deste sábado (12).

O jornalista Daniel Morais cravou, no portal Papo na Colina, que Vojvoda não seguirá no Leão do Pici em 2023 e já comunicou à Diretoria. A informação foi divulgada em primeira mão pelo jornalista Emerson Júnior, da Rádio CBN Maceió. Setorista do Vasco, Daniel Morais trouxe ainda um fator que pode ser decisivo na negociação com Vojvoda. Segundo o repórter, o fato de o Cruzmaltina não disputar nenhuma competição internacional na próxima temporada, pode dificultar a chegada do técnico a São Januário.