Mesmo com dores, Djokovic supera Dimitrov e vai às oitavas na Austrália; Murray cai

O sérvio Novak Djokovic derrotou o búlgaro Grigor Dimitrov na manhã deste sábado, por 3 sets a 0 (parciais de 7/6, 6/3 e 6/4) e avançou às oitavas de final do Australian Open. Na partida, o quinto melhor colocado do ranking mundial precisou superar as dores para seguir em busca de seu décimo título na competição.

O adversário do tenista na próxima etapa é o australiano Alex de Minaur, em um confronto inédito no circuito. O jogo acontece na próxima segunda-feira.

Como já vinha acontecendo desde o início do torneio, Djoko entrou em quadra com uma proteção na coxa esquerda. Ele contundiu a região há duas semanas, em Adelaide, e sofreu com o problema no duelo contra Dimitrov. Ele precisou, inclusive, ser atendido por fisioterapeutas durante vários momentos do confronto.

“Todo ponto e todo game importa. Hoje, fisicamente, passes por altos e baixos. Respeito o Grigor há muito tempo, ele é um dos tenistas mais talentosos de todo o tour, um grande atleta. Foi uma batalha incrível”, disse Djoko após o jogo.

Maior vencedor do Australian Open, com nove conquistas, Djokovic pode vencer seu 22º título de Grand Slam e igualar o recorde de Rafael Nadal. Além disso, há também a possibilidade de o sérvio retornar ao topo do ranking caso conquiste o troféu.

Murray é eliminado

Outro grande nome do tênis e último vencedor do Aberto da Austrália, além de Djokovic, o britânico Andy Murray não conseguiu chegar às oitavas de final. O jogador foi derrotado por 3 sets a 1 (1/6, 7/6, 3/6 e 3/4) pelo espanhol Roberto Bautista, também neste sábado.

Na próxima fase, Bautista encara o norte-americano Tommy Paul.

O post Mesmo com dores, Djokovic supera Dimitrov e vai às oitavas na Austrália; Murray cai apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.