Seleção Brasileira tem retrospecto arrasador em estreias e Neymar pode chegar à marca histórica

Neymar pode se unir a Leônida e Sócrates em recorde na estreia em Copas do Mundo
 

A Seleção Brasileira está ajustando os últimos detalhes para entrar em campo pela Copa do Mundo FIFA no Qatar. A equipe canarinho irá estrear em um duelo contra a Sérvia, que está marcado para esta quinta-feira (24), no Lusail Stadium. E a expectativa é alta, já que a equipe canarinho chega com status de favorita ao título. 

 

A escalação dos onze iniciais para a estreia ainda é um mistério. Tite optou por manter segredo sobre o que esperar para o duelo contra a Sérvia e decidiu inclusive fechar os últimos treinos da equipe antes da grande estreia. A ideia é não dar vantagem para os sérvios, e esconder a estratégia para o jogo.

Apesar do sigilo imposto por Tite, é de se esperar que nomes como Neymar e Richarlyson integrem o setor de ataque da equipe canarinho. E ainda existe a expectativa que um dos craques possa balançar a rede e garantir o resultado positivo no primeiro jogo do Mundial, para a Seleção Brasileira mostrar o seu cartão de visitas e reforçar ainda mais o status de favorita na competição.

Se depender do histórico, a Seleção Brasileira tem tudo para balançar as redes já na estreia. A equipe canarinho é a única seleção que participou de todas as copas e das 21 participações anteriores, o Brasil marcou em quase todas. A única vez em que o Brasil passou em branco em uma estreia foi na Copa da Alemanha, em 1974. Naquela edição a Seleção enfrentou dois empates por 0 a 0, e só conseguiu desencantar na terceira partida quando a equipe venceu o Zaire por 3 a 0.

 

Imbatíveis em estreias

A Seleção Brasileira é uma equipe difícil de ser batida na estreia. A última vez que uma seleção superou o Brasil no primeiro duelo de uma Copa do Mundo foi a Espanha em 1934. A partida terminou em 3 a 1 para os espanhóis e Leônidas foi o autor do gol dos canarinhos, aos 10 minutos do segundo tempo.

 

Gols no primeiro tempo

Foto: Lucas Figueiredo/CBF | Seleção Brasileira
Foto: Lucas Figueiredo/CBF | Seleção Brasileira

Se já virou tradição marcar na estreia, o retrospecto também é positivo quando se fala em marcar já nos primeiros minutos de jogo. Das 21 copas disputadas pelo Brasil, 13 a equipe marcou no primeiro tempo. Em outras sete edições, o gol saiu depois do intervalo da rodada inicial.

 

Primeiro gol do Brasil na história da Copa

O primeiro gol do Brasil na Copa do Mundo saiu dos pés de João Coelho Netto, conhecido como Preguinho, na Copa do Uruguai em 1930. O meia, não apenas foi autor do primeiro gol da história da Seleção em copas, como também foi o capitão e artilheiro da Seleção na competição e marcou três gols em dois jogos. O gol de Preguinho foi marcado aos 15 minutos do segundo tempo, na derrota do Brasil por 2 a 1 para a Iugoslávia.

 

Recordistas

Foto: Duncan Raban/Allsport/Getty Images | Sócrates
Foto: Duncan Raban/Allsport/Getty Images | Sócrates

Apenas dois jogadores marcaram o primeiro gol brasileiro em um Mundial, na rodada inicial. Leônidas foi o responsável por abrir o marcador na Copa da Itália, em 1934 e repetiu o feito quatro anos depois na França em 1938. Além dele, Sócrates também alcançou a marca e abriu o placar na Espanha, em 1982, e no México, em 1986.

 

Neymar

Foto: Dean Mouhtaropoulos/Getty Images | Neymar
Foto: Dean Mouhtaropoulos/Getty Images | Neymar

Do elenco de Tite, Neymar é o único jogador que teve a oportunidade de abrir o marcador em uma partida de estreia da Seleção Brasileira em uma Copa do Mundo. Na Copa de 2014, que aconteceu no Brasil, Neymar balançou as redes aos 29 min do primeiro tempo, na vitória por 3 a 1 para a Croácia. Philippe Coutinho, precisou de menos tempo para inaugurar o marcador na estreia da Copa da Rússia em 2018, e marcou aos 20 min do primeiro tempo no empate por 1 a 1 para a Suíça, todavia o jogador não foi convocado para a Copa no Qatar. Resta saber se Neymar vai repetir o feito de Leônidas e Sócrates e registrar mais um feito histórico em sua carreira.