Sem Dorival, staff do Goiás toma decisão e traça plano para comissão técnica de 2023

Esmeraldino viu Jair Ventura se desligar após o fim do Brasileirão e vem perdendo peças importantes do elenco, como o artilheiro Pedro Raul

O planejamento de 2023 se apresenta cada vez como um desafio para a diretoria do Goiás. O artilheiro Pedro Raul, os zagueiros titulares Caetano e Reynaldo, e o comandante Jair Ventura, foram embora. Cabe ao staff alviverde agora, arrumar a casa. 

Definir quem será o treinador da próxima temporada pode ser um bom começo para o Esmeraldino traçar esse caminho. Desde que anunciou a sua saída do Flamengo, na última sexta-feira (25), Dorival Jr. entrou na mira do clube goiano. O Verdão fez uma sondagem logo no dia seguinte ao desligamento de Dorival do Fla, mas a possibilidade não atraiu o treinador.

Agora, ainda sem um nome para assumir o comando do time, uma nova decisão do departamento de futebol chama atenção na Serrinha. O Goiás anunciou nesta quinta-feira (1º) que o auxiliar técnico Emerson Ávila e o preparador físico Ednilson Sena passam a integrar a comissão técnica permanente do Clube. 

Os profissionais eram da comissão de Jair Ventura e inicialmente tinham sido desligados após a saída do treinador. Depois de mirar Alex, Andrey Lopes, Antônio Carlos Zago e mais recentemente Dorival Jr., o Goiás segue sem uma definição sobre o seu novo treinador.